ATAS DO V ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS
 

APRESENTAÇÃO

O Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências vem sendo realizado desde a fundação da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (Abrapec), em 1997, cumprindo determinações de seu estatuto, segundo o qual a associação tem por finalidade promover, incentivar, divulgar e socializar a pesquisa em educação em ciências, através de encontros de pesquisa, escolas de formação para a pesquisa e publicações sobre pesquisa, bem como atuar como órgão representante da área junto a entidades nacionais e internacionais de educação, pesquisa e fomento, inclusive as governamentais, sensibilizando-as e mobilizando-as para a importância de financiamento e apoio aos estudos pertinentes à Educação para a Ciência e à formação de pessoal docente de alto nível.

Os ENPEC consistem em encontros bienais, abertos a todos os pesquisadores que vêm realizando investigações na área de ensino de Física, Química, Biologia, Matemática, Geociências, Educação para a Saúde, Educação Ambiental e áreas afins, inclusive os estrangeiros, sem distinção entre professores pesquisadores da educação básica e da educação superior ou entre professores e estudantes.

O I ENPEC, realizado em Águas de Lindóia, São Paulo, em novembro de 1997, contou com a participação de 135 pesquisadores. A programação constou de 15 sessões de comunicações oral, nas quais foram apresentados 57 trabalhos de pesquisa, duas sessões de painéis, com 71 trabalhos, e três sessões de debates sobre a criação de uma associação de pesquisa que abrigasse pesquisadores em ensino de Física, Química, Biologia e áreas afins. Na assembléia final do evento, no dia 29 de novembro de 1997, estava criada a Abrapec - Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências.

O II ENPEC, realizado em Valinhos, São Paulo, em setembro de 1999, teve a participação de 171 pesquisadores. A programação contemplou duas conferências, uma palestra, 22 sessões de comunicação oral, nas quais foram apresentados 106 trabalhos de pesquisa e uma sessão de painéis, com 57 trabalhos. Foram também realizadas duas assembléias gerais da Abrapec, nas quais foi discutido e aprovado o estatuto da Associação.

Em novembro de 2001 ocorreu o III ENPEC que, como nos anteriores, foi centrado na apresentação e discussão de trabalhos de pesquisa. Este ENPEC foi realizado em Atibaia, São Paulo e contou com a participação de 234 pesquisadores, de diversos grupos de pesquisa do país e alguns do exterior. A programação constou, principalmente, de apresentações de trabalhos de pesquisa em formato de comunicação oral (124) e painel (109); incluiu, também, três conferências, uma mesa redonda e discussões em grupos de interesse. Contou com o apoio do CNPq.

O IV ENPEC foi realizado em Bauru, São Paulo, em novembro de 2003. Contou com o apoio do CNPq, da Fundunesp e da Faculdade de Ciências da UNESP, Campus de Bauru, através de seu Programa de Pós-graduação em Educação para a Ciência. Teve, basicamente, o mesmo formato dos três primeiros; foi dada ênfase à apresentação e discussão de trabalhos de pesquisa. A participação foi condicionada à apresentação de trabalhos de pesquisa, definidos como aqueles que poderiam resultar em produção de conhecimento na área. Os trabalhos poderiam ser individuais ou em colaboração, inéditos ou reapresentações, e poderiam ser comunicados na forma oral ou em painel. Não foram aceitos trabalhos que já haviam sido publicados em revistas. Registrou-se a participação de 553 pesquisadores; 451 trabalhos foram aceitos após arbitragem; destes, 259 foram aceitos para apresentação na forma de pôster e 192 foram selecionados para as sessões de comunicação oral. Os critérios utilizados para avaliação dos trabalhos foram fixados pela Comissão Organizadora, após ampla consulta ao corpo de pareceristas, constituído de mestres e doutores na área. O encontro teve ainda uma mesa-redonda, conferências, mini-cursos, palestras, sessões de apresentações de comunicação oral e na forma de pôster e houve espaços para reuniões de grupos de discussões. Uma sessão especial foi dedicada a exposições de livros (sete) que haviam sido recentemente publicados por pesquisadores associados da Abrapec.

É com satisfação que apresentamos à comunidade de pesquisadores de ensino de Ciências e Matemática as Atas deste V ENPEC, realizado em Bauru no final de novembro/início de dezembro de 2005.

As atas mostram o avanço que a Abrapec, hoje com 486 sócios, tem experimentado neste curto período de oito anos, desde sua fundação em 1997, quando seus associados fundadores eram 106.

O V ENPEC contou com 945 pesquisadores inscritos, dentre doutores, doutorandos, mestres, mestrandos e estudantes de iniciação científica, responsáveis pela submissão de 824 trabalhos, 739 deles aprovados para apresentação, na forma de comunicação oral (378) ou de pôster (360), distribuídos em 95 sessões de comunicação oral e 12 sessões de apresentação de pôster.

Destaque especial deste V ENPEC foi a realização, pela primeira vez, da I Escola de Pesquisadores em Ensino de Ciências e Matemática, destinada a estudantes de iniciação científica, mestrandos e doutorandos na área. Formulada com o compromisso de dar cumprimento ao estatuto da Abrapec, a Escola, como toda a programação do V ENPEC, foi organizada a partir de ampla consulta a todos os associados. Nesta Escola foram ministrados dez cursos, a estudantes de iniciação científica, mestrado e doutorado, provenientes de todas as regiões do país, onde existem hoje mais de 30 programas de pós-graduação congregados na área 46 da CAPES - Ensino de Ciências e Matemática.

As mesas redondas, conferências e encontros, também selecionados pela Comissão Organizadora a partir de consulta às diversas sugestões encaminhadas pelos associados, foram importantes para subsidiar os diversos Grupos de Trabalho que também estreiaram neste V ENPEC, e que deverão, com certeza, ter prosseguimento nas próximas edições do evento.

Na Assembléia Geral da Abrapec, realizada durante o evento, foi também eleita a Diretoria, que deverá conduzir a sociedade nos próximos quatro anos (2006-2009). A nova Diretoria, eleita por unanimidade, para mandatos a iniciar-se em janeiro de 2006, ficou assim constituída: Dr. Eduardo Fleury Mortimer (UFMG), Presidente; Dra. Martha Marandino (FEUSP), Vice-Presidente; Dr. José de Pinho Alves Filho (UFSC), Secretário-Executivo; Dr. Charbel Niño El-Hani (UFBA), Secretário-Adjunto; Dr. Orlando Gomes Aguiar Júnior (UFMG), Tesoureiro; Dra. Silvia Chaves (UFPA), Representante da Região Norte; Dr. Ciclamio Leite Barreto (UFRN), Representante da Região Nordeste; Dra. Célia Maria Soares Gomes de Sousa (UNB), Representante da Região Centro-Oeste; Dr. Roberto Nardi (UNESP), Representante da Região Sudeste; Dr. José André Angotti (UFSC), Representante da Região Sul. Para o Conselho fiscal, foram eleitos Dra. Anna Maria Pessoa de Carvalho (FEUSP) e Dr. Demétrio Delizoicov (UFSC), como membros titulares e o Dr. Alberto Villani (IFUSP), como suplente. Foram ainda eleitos para o Conselho fiscal Dr. Marco Antônio Moreira (UFRGS), como titular, e Dr. Otávio Aloísio Maldaner (UNIJUI), como suplente. Em nome da Diretoria que ora termina seu mandato, desejamos a todos uma gestão plena de realizações.

As Comissões Organizadoras Nacional e Local agradecem aos órgãos de pesquisa que apoiaram o evento, como o CNPq, a CAPES, a Fapemig, a Fapergs e a Unesp, através da Faculdade de Ciências e seu Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, coincidentemente criado no mesmo ano de fundação da Abrapec. Agradecem ainda o patrocínio da Vunesp, da SBEnBio, da Tilibra S/A, das Editora Livraria da Física, Inay Livros e Escrituras.

A Diretoria da Abrapec agradece aos colegas estrangeiros, que aceitaram gentilmente ao convite de grupos de pesquisa e da Comissão Organizadora para estarem conosco neste período; aos membros do Comitê Científico e de Árbitros; e, aos mestrandos e doutorandos do Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência pelo apoio à organização do evento. A soma de todos os esforços tornou possível a realização de mais este ENPEC.

Com certeza, os registros contidos nessas Atas espelham o que de mais significativo tem sido produzido nesta área de pesquisa no país e deverá ser de grande utilidade como referência para pesquisadores e grupos de pesquisa, contribuindo assim para o avanço da pesquisa na área e, com certeza, para a  melhoria da educação em nosso país.

Esperamos também que a leitura dessas Atas traga à memória de todos os agradáveis momentos de convivência de que desfrutamos durante aquela semana do V ENPEC em Bauru.

Bauru, junho de 2006.

Prof. Dr. Roberto Nardi
Coordenador Geral do V ENPEC

 


Organização: Roberto Nardi e Oto Borges
Elaboração: Edvaldo Lima da Silva e Sérgio Camargo