Trabalhos

Submissão de trabalhos

Os trabalhos deverão ser submetidos pelo primeiro autor, que será, necessariamente, o apresentador. Para maximizar as oportunidades de participação, cada inscrito só poderá submeter um trabalho. Dessa forma, o inscrito será o primeiro autor do trabalho e, consequentemente, o apresentador. Não há limite para participação como coautor. 

A submissão de trabalhos está vinculada à inscrição no evento e, desse modo, o primeiro autor (que será também o apresentador do trabalho) deve realizar sua inscrição e submeter o trabalho como autor e inserir os nomes e emails dos coautores, se houver. Os demais coautores que desejarem participar do evento poderão se inscrever mediante pagamento da taxa de inscrição, sem necessidade de submeter outro trabalho. O pagamento da taxa de inscrição só será feito após a confirmação de aceite do trabalho.

A extensão total do trabalho (incluindo tabelas, gráficos, quadros e referências) é de, no mínimo, 15 mil e, no máximo, 20 mil caracteres com espaços, não importando o quantitativo de páginas. Não entram nesta contagem de caracteres: a página de rosto com título, resumo, abstract e palavras chave; e as notas de rodapé. O tamanho máximo do arquivo, para submissão, é de 10 MB (10 megabytes). O modelo do trabalho completo, para a submissão, está disponibilizado no endereço a seguir:

template primeira versão - sem identificação 

https://abrapecnet.org.br/enpec/xiii-enpec/arquivos/modelo_submissao_avaliacao_trabalho_enpec-2021_2.doc

template versão final - com identificação

https://abrapecnet.org.br/enpec/xiii-enpec/gerencial/arquivos/TEMPLATE_ENPEC_COM_IDENTIFICACAO.doc

 

Informações importantes sobre a finalização da primeira etapa

de avaliação e o envio dos trabalhos completos

Os/as autores/as com trabalhos aprovados, com ou sem ressalvas, deverão acessar sua área de inscrição e submeter a versão final do seu artigo em formato PDF, lembrando que o arquivo não pode ultrapassar 10 MB (10 megabytes) e nem 20 mil caracteres com espaços. Não entram nesta contagem de caracteres: a página de rosto com título, resumo, abstract, palavras chave, e as notas de rodapé.

Trabalhos sem ressalvas - Os autores que tiveram trabalhos aprovados sem ressalvas na primeira etapa deverão enviar a versão final, considerando:

  1. o número máximo de 20.000 (vinte mil) caracteres. Os caracteres da folha de rosto não são contabilizados. Os arquivos também não podem ultrapassar o tamanho de 10 MB (dez megabytes);
  2. a conferência das normas da ABNT, de acordo com o template disponibilizado na página do evento http://abrapecnet.org.br/enpec/xiii-enpec/gerencial/arquivos/TEMPLATE_ENPEC_COM_IDENTIFICACAO.doc
  3. a obrigatoriedade de inclusão e identificação de todos/as os/as autores/as. A versão final deve conter os/as mesmos/as autores/as que constam na inscrição, não é possível incluir coautor/a que não esteja no cadastro inicial de inscrição.

Trabalhos com ressalvas - Os autores que tiveram trabalhos aprovados com ressalvas na primeira etapa deverão realizar todas as adequações solicitadas, cuidando para:

  1. o número máximo de 20.000 (vinte mil) caracteres, os caracteres da folha de rosto não são contabilizados. Os arquivos também não podem ultrapassar o tamanho de 10 MB (dez megabytes);
  2. a conferência das normas da ABNT, de acordo com o template disponibilizado na página do evento http://abrapecnet.org.br/enpec/xiii-enpec/gerencial/arquivos/TEMPLATE_ENPEC_COM_IDENTIFICACAO.doc
  3. A obrigatoriedade de inclusão e identificação de todos/as os/as autores/as. A versão final deve conter os/as mesmos/as autores/as que constam na inscrição, não é possível incluir coautor/a que não esteja no cadastro inicial de inscrição.

Trabalhos recusados com recurso negado na primeira etapa – O/a autor/a com trabalho recusado na primeira etapa não poderá reenviar o mesmo ou outro trabalho para ser (re)avaliado na segunda etapa (cada cpf só poderá submeter um único trabalho, independentemente em qual etapa ele tenha sido avaliado)

Pagamento das inscrições – O pagamento da inscrição do evento será disponibilizado para trabalhos aprovados após o resultado dos recursos da segunda etapa.

Formato do evento – a definição do formato do evento será divulgada  em breve, aguardem.

A submissão de trabalhos deve ser feita no endereço: 

https://www.adtevento.com.br/2021/enpec/sis/inscricao/index.asp

Cronograma do processo de submissão e avaliação

 

SUBMISSÃO DE TRABALHOS

DATAS

1ª ETAPA

Resultado 1ª etapa da avaliação dos trabalhos submetidos até 

08 de fevereiro de 2021

Submissão de Recursos da 1ª etapa

08 a 11 de fevereiro de 2021

Respostas aos recursos da 1ª etapa

15 de fevereiro de 2021

Envio dos textos completos da 1ª etapa

03 de março a 05 de abril de 2021

 

Último dia para envio de trabalho

da 2ª etapa

15 de março de 2021

(não haverá prorrogação)

2ª ETAPA

Resultado 2ª etapa da avaliação dos trabalhos submetidos até 15 de março de 2021

17 de maio de 2021

Submissão de Recursos da 2ª etapa

18 a 21 de maio de 2021

Respostas aos recursos da 2ª etapa

17 de junho de 2021

Envio dos textos completos da 2ª etapa

18 de junho a 19 de julho de 2021

 

Realização do XII ENPEC

27 de setembro a 01 de outubro de 2021

Linhas Temáticas

Os autores deverão indicar a linha temática em Educação em Ciências à qual seu trabalho se vincula, dentre as listadas a seguir: 

  1. Ensino e aprendizagem de conceitos e processos científicos: aspectos cognitivos, sociais, culturais e afetivos envolvidos no ensino e na aprendizagem de conceitos científicos em diferentes níveis de escolaridade; ensino de ciências e inclusão escolar; ambientes de aprendizagem; aprendizagem colaborativa; modelos e modelagem; ensino por investigação; experimentação e aprendizagem de habilidades científicas; abordagens e práticas de avaliação.
  2. Formação de Professores: análise de programas e políticas de formação; avaliação de modelos e práticas de formação para diferentes níveis e modalidades de escolaridade; desenvolvimento profissional; saberes e práticas docentes.
  3. História, Filosofia e Sociologia da Ciência: história, filosofia e sociologia da ciência e da tecnologia; estudos historiográficos e de história do pensamento; epistemologia e natureza da ciência e da tecnologia, ensaios e estudos socio-históricos. 
  4. Educação em Espaços não-formais e Divulgação Científica: história, políticas e práticas de divulgação científica; literatura, mídias e análises midiáticas das formas de divulgação, divulgação científica e inclusão social; relações entre comunicação e educação; educação em museus, centros, mostras, exposições, vídeos e outros espaços não formais de Educação em Ciências.
  5. Educação Ambiental e Educação do Campo: relações entre educação ambiental e do campo com a Educação em Ciências; questões socioambientais; educação para a sustentabilidade e soberania (alimentar, energética); agroecologia; movimento sociais do campo e ambientais; campo e exploração do trabalho (classe, raça e gênero) e da natureza; diversidades e identidades; pedagogia da alternância.
  6. Educação em Saúde e Educação em Ciências: relações entre a educação em saúde, educação popular em saúde, a promoção da saúde, formação docente e profissional em saúde e a Educação em Ciências.
  7. Linguagens e Discursos: teorias da linguagem, do texto e do discurso; interfaces teóricas e interdisciplinares nos discursos; abordagens discursivas em pesquisas na Educação em Ciências; estudos sobre argumentação e interações discursivas; representações, cognição, leitura e escrita na Educação em Ciências.
  8. Educação CTS/CTSA e Alfabetização Científica e Tecnológica: relações entre CTS/CTSA, formação de professores, currículo e materiais didáticos; questões sociocientíficas (QSC); alfabetização/letramento científico e tecnológico.
  9. Diferença, Multiculturalismo, Interculturalidade: relações entre Educação em Ciências e inclusão, gênero, religião, classe; educação para relações étnico-raciais, indígena, quilombola; direitos humanos; decolonialidade e pedagogias decoloniais; políticas de ações afirmativas e políticas de identidades e diferenças.
  10. Processos, Recursos e Materiais Educativos: experiências didáticas investigativas; dinâmicas em grupo; unidades e sequências didáticas; jogos e atividades lúdicas; atividades práticas; experimentação; relações entre Arte e Ciência; estudos sobre recursos didáticos e mídias digitais.
  11. Políticas Educacionais e Currículo: história, análise e avaliação de políticas públicas em diferentes níveis e modalidades de ensino; desenvolvimento e reformas curriculares; políticas de currículo; conhecimento escolar; aspectos teóricos e metodológicos de avaliação; história das disciplinas científicas; inovações educacionais; currículo e cultura; avaliação e legislação de sistemas educacionais; fomento à pesquisa em educação científica e tecnológica e políticas de desenvolvimento social; relações entre público e privado nas políticas educacionais; políticas de formação de pesquisadores; estudos comparativos internacionais relacionados à Educação em Ciências.
  12. Questões Teóricas e Metodológicas da Pesquisa: considerações filosóficas e epistemológicas sobre a natureza da pesquisa na área; referenciais teóricos, abordagens metodológicas e modalidades de pesquisa; Educação em Ciências como campo científico; prospecção e identificação de tendências e perspectivas teóricas e metodológicas na pesquisa em Educação em Ciências.

Avaliação de trabalhos

Cada trabalho será avaliado às cegas por dois árbitros. Havendo discordância entre os pareceres dos dois árbitros, o trabalho será avaliado por um terceiro árbitro para dirimir a dúvida. A partir do resultado da avaliação, a Comissão Científica recomendará o aceite do trabalho, na sua forma original ou com pequena revisão, ou, ainda, a sua rejeição. Haverá duas etapas de avaliação dos trabalhos sendo que os trabalhos avaliados na 1ª etapa não serão reavaliados na 2ª etapa.

Além da correção no uso da língua portuguesa (ortografia, sintaxe, redação, estilo, coerência e coesão textual), os trabalhos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios:

Trabalhos de natureza empírica:

  1. Quanto aos objetivos, fundamentação teórica e revisão da literatura:
    Clareza na descrição da área de interesse do texto;
    Questões de pesquisa claramente formuladas;
    Adequação da fundamentação teórica para investigar as questões de pesquisa;
    Atualidade e abrangência da revisão de literatura.

  2. Quanto à metodologia:
    Adequação da metodologia proposta, dos instrumentos de coleta de dados utilizados e das amostras investigadas para responder às questões de pesquisa propostas.

  3. Quanto à análise dos dados:
    Coerência entre análise e fundamentação teórica;
    Coerência entre análise do material empírico e resultados.

  4. Quanto às conclusões e implicações:
    Relação clara entre as conclusões e os resultados;
    Discussão das conclusões à luz da literatura;
    Inclusão, a partir das conclusões, de recomendações para a área de Educação em Ciências.

  5. Quanto às referências:
    Utilização de literatura atualizada e pertinente ao tema do trabalho.

Trabalhos de natureza teórica:

  1. Quanto aos objetivos, fundamentação teórica e revisão da literatura:
    Clareza na descrição da área de interesse do texto;
    Relevância e clareza do problema teórico abordado;
    Adequação da fundamentação teórica para discutir o problema;
    Atualidade e abrangência da revisão de literatura.

  2. Quanto ao argumento desenvolvido:
    Clareza e consistência do argumento teórico desenvolvido.

  3. Quanto às conclusões e implicações:
    Relação clara entre as conclusões e o argumento;
    Discussão das conclusões à luz da literatura;
    Inclusão, a partir das conclusões, de recomendações para a área de Educação em Ciências.

  4. Quanto às referências:
    Utilização de literatura atualizada e pertinente ao tema do trabalho.

Todos os trabalhos apresentados serão publicados na íntegra nas Atas do evento.